segunda-feira, outubro 22, 2007

AINDA QUE EU TE NEGUE...


O teu nome pulsa na minha memória com a cadência do ritmo do meu respirar. Estás nele. No meu respirar. Estás em cada sentido meu e enfrentas-me em sentido contrário. E eu não baixo o meu olhar. Ainda que te negue. Ainda que negue que me nego. Fecho os olhos, mas tu continuas em mim. Gostaria de saber como esquecer-me da intemporalidade dos teus beijos. Acredita... há coisas que nunca conseguirei aprender. É que tu estás no meu respirar. Ainda que eu o negue...



Ni*

6 comentários:

luar perdido disse...

Quando no respirar se tem um nome, uma imagem, um cheiro, um desejo, uma paixão, um demónio chamado amor, tudo faz sentido mesmo que se negue e se fuja a sete pés. A marca é indelével, está e permanece.

Nina; Se for possivel, não negues!

Beijo manso de luar perdido

Ni disse...

LUAR...

Não é possível. (Esta frase 'soa' como algo estranho a quem, como eu, acredita e prova - em tantas situações! - que não há impossíveis...)... Mas...
...

Escrevi-te aqui, inicialmente, uma resposta enorme... que apaguei.
...

Não é fácil falar deste texto...

Somos seres complicados, Luar...
E por vezes... perdemo-nos. E negamos... negando-nos...

Beijinho de vento terno...

Cleopatra disse...

Ainda que te negue...

Ni disse...

CLEÓPATRA:

(Porque será que sei que entendes sempre o que escrevo?)
...
..
.

A seguir à 'idade das perdas'... vem a idade do reencontro connosco.
Com um travo a chá de maçã e canela... com um eco dos ventos que circulam por palavras... e uma certa saudade do odor do mar...(ou será de a-MAR?)...

Encolho os ombros...

Um Momento disse...

Por muito que te negue...
A alma não deixa...
O Coração sente
Mas a vida continua...
A dor instala-se
Mas o Amor supera-a ao olhar o horizonte e numa lágrima esboçar-mos um sorriso
E sabemos que por muito que neguemos
Existimos e amamos
Beijo Imenso Ni
(*)

Alquimia Do Amor disse...

Olá Ni*,
Por vezes temos que deixar ir um grande amor para ele nos poder encontrar.
Sentir-nos a falta que lhe fazemos.
Nunca o devemos negar, isso nunca!
Mas nunca devemos ´implorar' o amor de quem não nos ame.
O amor maior é o amor por nós mesmos.
Um beijo grande e muito mágico