sábado, abril 04, 2009

SINTRA (Solo Sagrado...)

Sintra... hoje.
*

Ni*
















Journey To Shambala - Oliver Shanti & Friends

12 comentários:

Maria disse...

Cheguei de lá agora.
As fotos que colocaste aqui são beleza pura...
Obrigada, Ni.

Um abraço
(e um sorriso...)

Adrian LaRoque disse...

Adorei esta série de imagens...parabéns!

Anónimo disse...

Digamos que não seria mau almoçarmos com o nosso amigo Lord Byron no Lawrençes e depois tomar uma bica com um noz de ovos na Periquita.
Que tal o programa !
João Miguel

Ni disse...

MARIA:

Sorrio.

É bom saber que partilhámos as brumas desta ilha no mesmo dia. Sim, sinto Sintra como uma ilha mágica... outras vezes como um barco. E outras vezes, ainda, como uma montanha sagrada. Em Sintra coexistem planos cuja intersecção nos activa memórias...

Sinto-me bem, muito bem, em Sintra.

A Quinta da Regaleira que começou por se chamar 'Torre do Castro'... o nome de um antepassado a quem pertenceu inicialmente.... é um espaço-portal dentro de um portal maior.

Sinto-me em contacto com uma verdade MAIOR, em Sintra. Sinto-me bem. Muito, muito bem...
Da minha casa (vivo em Telheiras) lá... distam poucos minutos, mas a sensação é de mergulhar noutro espaço-tempo... onde sou bem mais feliz.

Um beijinho cúmplice, doce Maria.

Ni*

Ni disse...

ADRIAN:

Obrigada... :)

Ontem tirei poucas fotos. A máquina acompanha-me sempre, mas ontem... foi a retina da minha essência que fixou a beleza-sentir dos momentos.

Ao atravessar as nuvens que abraçavam Sintra (em Lisboa estava um sol radioso)... senti-me abraçada por tempos que não se medem pelo tempo que conhecemos.

Parece estranho... mas, de facto, não o senti como estranho. Reconfortante, sim.

O som que coloquei no post era o CD que ouvia no carro...

Somos uns afortunados.... temos tanta beleza ao nosso dispôr.
Basta saber vê-la.... mesmo com olhos fechados. (Sei que me entendes).

Beijinho amigo

Ni*

Ni disse...

JOÃO MIGUEL:

É um bom itinerário...
Ou Seteais (sete ais...).
Ou a Quinta da Regaleira.

(Sou completamente 'perdida' - ou achada? - pelas nozes... pelas queijadas... da Piriquita...)

E passear, a pé, pela Pena... o pequeno mp3 com canções que ajudam a mergulhar no que nos rodeia...

Entrar em Sintra é sair da ilusão. É permitir-me SER. SER, apenas, quem sou. E gosto.

Beijinho

Ni*

OUTONO disse...

Foi em Sintra, que me perdi...
Foi em Sintra, que me encontrei...

Beijinho

Anónimo disse...

Regaleira ! não sei bem porquê mas o facto é que nunca lá estive e gostaria de ter a oportunidade de ter uma lição detalhada sobre toda a simbologia.
Não sendo a minha atitude, ainda assim fascína-me a capacidade de viver outros mundos.
João Miguel

Ni disse...

JOÃO MIGUEL:

Vale a pena marcar uma visita guiada à Quinta da Regaleira.

É interessante constatar que a maioria das pessoas em Portugal não conhece a Regaleira. Parece um local que passa a mensagem : «conhece-me quando estiveres preparado(a) para...»

E ali entra-se noutra dimensão... :)

Ni*

Ni disse...

OUTONO:

Perdeste-te?

Encontraste-te?

Então valeu 'A PENA'... :)

Ni*

tibeu disse...

Belas as imagens e a piriquita ali a prvocar com os seus pasteis. Adorei

Cleopatra disse...

Andaste por lá? pelo meu segredo?! ;-) Bj