quinta-feira, dezembro 13, 2007

MOMENTOS FELIZES...





Cansaço. Mais. Exaustão. Vou sempre além do já experimentado e suportado por mim na fadiga. 'Quem corre por gosto...'... eu sei, eu sei.... mas a idade já me faz sentir que o prazer que retiro da profissão se paga caro na fase de avaliações, entrelaçada com cursos (esta ânsia de aprender mais e mais não atenuou com a idade!) e aulas... e... mãe... 100% mãe... e mulher... que se encanta com a facilidade de uma menina pequena... intensa.


Faltam 4 horas para me levantar e ainda não me deitei. Preciso de me mimar antes do sono. Sim, eu sei, no meu caso dormir seria o mimo necessário... mas seguro, deliciada, nas minhas mãos pequenas de dedos esguios e longos, uma chávena enorme de chá. Fi-lo com lucialima, casca de limão e pau de canela. Aromático. Quente. 'Abraçante'. E sorrio. Enquanto mordisco algumas 'areias' (gosto tanto destes bolinhos!)... saboreio a leitura de algumas cartas de Amor. De Fernando Pessoa a Ophelinha ( a quem chamava Nininha, por vezes... sorriso). E algumas cartas a Maria, escritas por Júlio Machado Vaz. Há uma, em particular... a que chamo carta das mãos felizes, que me emociona sempre que a leio...

Maria,

Que chamar a um Deus que deposita o futuro do amor nas mãos esburacadas dos amantes?

Distraído?

Irónico?

Cruel?

...

...

...

Ou invejoso perdulário?

Problema Seu. Minha a sorte de nos termos encontrado com as mãos já cicatrizadas.

Boa noite.

JMVaz, in «O Amor é...»

Sorte, a minha, de abrigar nas mãos livros assim... uma chávena de chá... areias... e de ser embalada por canções como a que partilho... um CD de Natal imperdível... e de... antever o prazer de mergulhar em lençóis frescos e adormecer em paz.

Sorriso.

Boa noite.

Ni*

17 comentários:

mixtu disse...

bom dia, qual boa noite?!
a essas horas estava eu a dormir o sono dos justos ou de quem não tem pecados (pelo menos mortais)

um chá... não gosto

bolos... cuidado, lavar os dentinhos após...

avalia, mas lê na diagonal, não percas tempo, avalia pela presença e participação em sala...

e mais?

cartas de amor... quem as tem, chama-lhe suas...

o fernando... bem, esse gajo tinha jeito para o verbo mas nunca maou, direi eu...

yayya

fui,

abrazo europeo

Om-Lumen disse...

Apreciei ir fluindo ao ler o que escreveste escutando a música...

Já bebia uma tacinha de chá também... :)

Um abraço amigo.

Om-Lumen

luar perdido disse...

Pois...
Devo dizer-te bom dia Ni, boa noite ou...Bem minha querida seja o que for, que seja BOM. Como bom é ler-te, "ouvir-te", e sentir-te atravez de tudo o que nos deixas, como diligente formiga que deixa (em vez de levar) migalhas pelo caminho. E que "migalhas" nos deixa tu!!!!

Passa no Lágrimas, tens um mimo para ti, pode ser que, entre o chá e as "areias" (eu também gosto imenso!) ele caiba e te dê assim um abraço de força e animo, já que horas de sono pelos vistos, não o são.

Beijo enorme, adoro vir a tua casa.

Cabral-Mendes disse...

Obrigado, Ni, por ter partilhado o seu longo serão com o (ávido) leitor...

Cabral-Mendes disse...

Em tempo: quando diz " mas a idade já me faz sentir (...)"... é para o leitor amigo sorrir não é verdade? A idade! Ora vejam lá...

Ni disse...

MIXTU, OM- LUMEN, lUAR, CABRAL-MENDES:

São momentos como este, em que vos leio aqui, que também me fazem feliz. E sorrio. Sinto-me confortável nesta amizade simples e pura... que nada pede em troca e tanto dá. Obrigada. Dizem que a amizade não se agradece, mas dizem tanta coisa que eu não ouço... sorriso... que o importante é o que sinto... e sinto gratidão pelo afecto que me dão.

MIXTU:

Então um pastor não gosta de chá? :) Nem tem pecados? :D...
E avaliar, meu amigo, cada ano me é mais difícil... e já são 25 anos dedicados ao ensino. Posso fazer grelhas em excel... grelhas de observação... instrumentos para tentar ser o mais objectiva e justa possível... mas é tão complicado avaliar! Eu bem lhes digo que não estou a avaliar a pessoa... que se assim fosse rebentaria a escala permanentemente, mas... é difícil...
Claro que a participação activa na aula tem um peso enorme! :) Assim como as atitudes e valores! Tudo tem um peso na percentagem... mas não é fácil, Mixtu e tu sabes!

Cartas de Amor são... impressões digitais de afecto! E são ridículas... e ainda bem... como disse o Fernando.
Dizes que Pessoa nunca amou???!
Lê as cartas, lê... docemente ridículas! Abri uma ao acaso, datada de 4/6/1920 :)... começa assim «Meu Bébé Nininha...» :)... Às vezes chama-lhe terrível... ou fera... ou víbora... ou bébé pequenino. Uma delícia!

...
OM- LUMEN:

Bebe uma taça de chá então... sorriso. A lareira está acesa, tenho velas com odor a Jasmim (comprei-as hoje na Zara Home - passo a publicidade - mas são muito boas)... o CD que estou a ouvir é de DEUTER, 'Hands of Light'... :)... e há sempre um mimo cá em casa... hoje fiz pão de nozes , passas e mel. :D...

LUAR (ENCONTRADO) - gostei tanto de te encontrar! - Obrigada pelo desejo de BOM... de BEM que aqui me deixas. As palavras têm a força criadora... e ditas por uma pessoa como tu... ainda mais.
Durmo pouquíssimo, sabes? Acordo muito cedo (6H... ai que dói... gostaria tanto de poder acordar naturalmente, com a luz... respeitar o meu ritmo... )... tento convencer dois rapazes a acordar (15 e 10 anos)... (às vezes canto... estratégia que resulta... hehehe... e por isso chove logo de manhã.... risos)... pequeno almoço e muitos mimos... porque o amor torna-os fortes, aulas... toda a manhã... corrida para vir a casa fazer o almoço e almoçar com o meu filho Filipe... reuniões de tarde... e por aí... dias cheios, plenos... mas tudo o que me diz respeito é adiado... fica no final das prioridades... e.... às vezes as horas do dia não chegam.... e faço directas... e tenho tanto sono! :)
Beijinho.

CABRAL-MENDES:

Sorriso enorme. A idade, sim...
dia 30 deste mês festejarei mais um aniversário... se Deus assim o quiser, como dizia o meu pai. Nasci em 30.12.1960... como vê... já se faz sentir a idade. E se os cabelos brancos se esqueceram de mim até agora (sorriso)... o ritmo já é diferente e o cansaço que daí advém nota-se muito em certas fases. Mas sorrio. Não tenho conflitos com a minha idade... (por enquanto... risos.)

Abraço com muito afecto...

(Ai tanto que eu escrevi! Eu 'falo' mesmo muito...)

Cleopatra disse...

Olá NI.
Também gosto desta carta.
Transcrevia há dias lá na minha moon.
Só não encontrei as mãos cicatrizadas.
bj cumplice.

Ni disse...

CLEÓPATRA:

Eu também não.
Mas sei que elas existem. As minhas mãos 'falaram-me' de umas mãos onde elas caberão... onde as impressões digitais terão linhas comuns para a cumplicidade... e traços diferentes para partilhar...
...
Ou será que fui eu que as sonhei?
...

Beijo.
Boa noite.

luar perdido disse...

Então és das minhas, eu durmo pouquissimo também, as directas já não as faço como fazias, mas lá vem uma vez por outra que....Lá se fazem. O teu ritmo é bem acelerado e se bem que o meu seja um tudo nada mais calmo (não há rapaziada) mas há uns belos 80 anos (ao quadrado) para cuidar, não
me deixa muita margem de descansos.
Minha doce e quanto a idade que pesa, olha que a minha vai-se fazendo sentir, tenho 1 ano mais que tu, já que sou de 59, por isso...cabelos brancos que tenho bastantes e "peso" de anos, não podes reevindicar tudo para ti (riu-me)deixa um pedacinho para mim também pode ser????

Sabe bem vir visitar-te, tens um "lar" aconchegante e meigo que prende. Obrigada por me deixares entrar e permanecer. E já agora se não for pedir muito...Descansa neste fim de semana, que seja optimo para todos vós.

Beijo grande

Cabral-Mendes disse...

30.12.1960 Ni ? Uma criança...

Olhe, moi tem aniversário marcado para 22 DEZ; a mais é uns dias mais cedo: a 12 DEZ; amigos nossos também celebram em DEZ; a NI é mais uma... engraçado o mês de Dezembro é o mês que reune tanta "gente" estimada!...

Cleopatra disse...

Se sonhaste... elas existem!
Bj

Ni disse...

LUAR:

Um abracinho aconhchegante... neste fds frio, mas com luz... como gosto! (Nem te digo o número de horas que dormi esta noite! :) Foi um exagero, mas estava a precisar...)


CABRAL-MENDES:

Conheço imensas pessoas que festejam o aniversário em Dezembro. Podemos fazer uma Confraria... :)

CLEÓPATRA:

Existem... eu sei, pressinto-as. Hei-de encontrá-las! :)
Beijinho

Zé Carlos disse...

Ni, um beijo enorme de final de ano.... mas que só terminará depois de apagares suas velinhas....
Bjs do ZC (apareça, faz muita falta)

Pecadormeconfesso disse...

As minhas mãos estão esburacadas. Mas vão cicatrizando.

Ni disse...

ZÉ:

Olá!
Um beijo enorme já com os votos de um excelente 2008!
Obrigada pelo carinho...

PECADOR:

Ainda bem... para que o afecto não se perca... para que tu e ela se encontrem em solo sagrado... para que possam ser felizes!

Nani disse...

Ai Nina Maria,

Esse mimo de dormir tem que ser por mais tempo... o trabalho é muito, eu sei, mas tem de ser...! Isso faz tanto mal, ainda por cima já há tanto tempo...!

(Eu sou mais nova e tenho que ralhar?!? Desta vez digo eu, quem é a aluna afinal?)

Beijinho grande... Já é muito tarde... deixo um fragmento de uma última leitura...

"O que há em mim é sobretudo cansaço
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada"

Abraço Ninhina, para uma noite embalada em afecto e harmonia.

Ni disse...

NANI:

:)

Gostei do excerto de um poema estudado em aula! :)
...
Quanto ao resto... 'não ouvi'! Risos...
Não ouço quando ralham comigo!