quarta-feira, fevereiro 11, 2009

AMO-TE, LISBOA! (V)

Uma Luz única, derramada num céu azul profundo. Convite aos jogos de sedução entre sol e sombra, aos silêncios e danças... portais abertos para quem traz o rio no olhar e não tem medo de dizer que ama amar esta cidade.

Lisboa, esta tarde...
*
- Uma amostra das 141 fotos que tirei... :) -
*
(Para ver as fotos no tamanho original basta clicar sobre elas...)



























Once Upon A Time - Giovanni

7 comentários:

Lúcia disse...

E o sol ajudou à festa, com certeza.:)
Fui e vou muitas vezes a Lisboa. Mas houve um Agosto em que decidi que as minhas férias seriam lá - sem a confusão habitual e passear pela cidade com olhos abertos aos pormenores, à luz, aos bairros...
Das melhores férias que tive:)

Anónimo disse...

É de facto uma luz única, que surge quando já estamos fartos da falta dela !
Quando a dormência do Inverno se dissipa e vamos voltar a a viver.
Um beijo
João Miguel

Tana disse...

Há cidades que nos dizem muito..e há outras que nos dizem realmente TUDO...
amei as fotos :)

beijo*

Quase nos 50 disse...

Concordo plenamente: Lisboa tem uma luz única, um encanto muito especial.
Óptimas fotos!
Um beijinho e bom fim de semana

Pecadormeconfesso disse...

Tão iguais.

Aran disse...

Olá!

Passo por aqui muitas vezes, para te ler... acho a tua escrita magnifica! Tão doce, tão expressiva... nem sei bem como descrever... lembra-me voos de lindas borboletas coloridas...
As fototos estão magnificas, parabéns!
Não basta somente a luz, como também o olhar de artista ajuda, para captar os belos recantos desta cidade que é Lisboa...

Bjinhos e bom fim de semana

Anónimo disse...

Lembrei-me agora de uma coisa, que corro o risco de admitir que a Ni* sendo das letras, pode não saber.
O céu não é azul. Assim o vemos devido a um fenómeno de difracção da luz, estudado por um senhor de nome Tindal.
Assim sendo mais encanto tem pela sua infinita mutabilidade que tanto nos encanta.
Que um manto feito de bocadinhos
de ceu azul te envolva
João Miguel