domingo, junho 10, 2007

E SE UM DIA...




e se um dia me encontrares
e eu estiver envolta num véu,
não hesites...
não temas...
não fujas...

...desnuda-me,

e em silêncio
respira o meu olhar,
explora o meu corpo,
desvenda a minha alma,
fica em mim,

ainda que dure apenas o tempo de uma vaga em queda.


Ni*

6 comentários:

Rui @t Blog disse...

Seja quem for,...

Se ele um dia te encontrar
e estiveres envolta num véu,
que não hesite...
que não tema...
que não fuja...

Belo.

Cabral-Mendes disse...

Que poemas de amor tão belos... tão cristalinos...espero um dia poder folheá-los numa bela edição...

Nani disse...

Nina...

Lindo como sempre, não podia ser de outra maneira.

Eu também quero um livro de momentUS, aliás já falámos nisso, porque eu quero um dos primeiros exemplares.. eheh

"ainda que dure apenas o tempo de uma vaga em queda", vale a pena sentir, amar...

Abraço

Catarina

Maria disse...

Fiquei sem palavras, mais uma vez, Ni...
é tamanha a beleza nas tuas palavras...

Amaral disse...

No deambular silencioso pelos teus murmúrios, parei neste último para sentir o teu respirar... e encontro-te desnuda ao sabor duma súplica libertada...
Na poesia criam-se os mais belos "momentus"!

ferreira disse...

Mais um excelente momentus.
Gosto da pureza e fascínio de cada palavra.E do mistério que a descoberta exige.