terça-feira, maio 01, 2007

VENTO DE LUZ...

(...)
Um vento de luz chamou-me até ao tempo perfeito e eu embriaguei o ar com o teu nome. Beijo a distância, como se fosse a tua boca, e sei que, juntos, dissiparemos a sombra de todas as tormentas.

...

Ni*


4 comentários:

ferreira disse...

Só Kinkade , em tela, poderia igualar a luz que irradia destas palavras...

Apache disse...

Uma distância muito curta, à vertiginosa velocidade da memória.

Rui @t Blog disse...

Uma dor constante, como a morrinha que desfaz em cinzas as brasas da madeira queimada.

bettinasousa disse...

decidi deixar uma palavrinha para te dar os parabéns pelo teu blog.
Visito-o com toda a frequência que posso, leio e ouço as músicas e sinto-me sempre leve, fresca, em paz.
Obrigada