sexta-feira, novembro 24, 2006

tempUS



tempUS de insónia...

tempUS de espera, enquanto o 'pão de queijo' está no forno... mesmo a esta hora da madrugada...

tempUS de reflexão... de (in)decisões... nesta fase da vida onde sabemos, sobretudo, o que NÃO queremos.

tempUS de sentir que o caminho pessoal se faz a 'um'... sempre... ainda que tenhamos, por vezes, a ilusão da companhia.

...


Recuperei este 'post', de Novembro...

... porque a Cleópatra, com o seu post de hoje, e naquelas associações com que a nossa mente nos brinda... me avivou a memória.

...porque me questiono, nesta minha interminável idade dos 'porquês'...


...porque 'sim'.

.


Ni*


.


('N. então não lhe vais telefonar? «Não. Se for mesmo ele o meu príncipe... ele vem sem lhe telefonar. E fica.»'...)


...


Não telefonei.

Não veio.

Não era amor.


...




...

tempUS de encontro entre duas amigas.


...

Qualquer semelhança com a realidade... já sabem...


...


« - Pega no telefone e liga-lhe! Não tens nada a perder... diz-lhe que tens saudades dele, que ninguém te faz tão feliz, que os teus dias são frios e áridos. Ermos. Ele vai gostar da palavra. Ou não, sei lá. Dizes que ele te critica por tudo, até por falares bem demais. Pega no telefone e liga-lhe! Se ele não atender, deixa-lhe uma mensagem. Ou então escreve-lhe uma sms e diz que sentes a falta dele. Mas não a elabores demais... os homens nunca perceberão essa tua mania de desenhar poesia até nas listas de supermercado! Tens de ser clara, discurso directo, incisivo. Não te rias! 'Incisivo' fez-te lembrar o quê? Molares e caninos? Ai que parva, N.! Felina é o que tu és! Ou estás com.... medo? Não podes ter medo! O medo é o maior inimigo do amor. Ai tenho razão? Tu a concordares comigo?! Repete... gostei do que disseste! « Cada vez que deixares entrar o medo nas tuas veias, ele vai gelar-te o sangue e paralisar-te os afectos. Ficas transformada numa estátua de sal e morres por dentro. » ... gostei N. mas são estas coisas que não lhe podes escrever. Um homem não gosta, pois claro que não. Porquê? Ora, porquê. Porque não. «Sou uma sobrevivente à procura de uma luz que me leve por um caminho com menos pedras»? N... a vida é uma incógnita, hoje estás aqui, amanhã pode cair-te um piano em cima quando fores a andar na rua. Ainda há pessoas que atiram pianos pelas janelas? Há pois! Nunca se sabe como será o dia de amanhã, por isso não percas tempo, pega no telefone e liga-lhe. Tenho a certeza que ele te vai ouvir, tenho a certeza que ele, à sua maneira - e é tão estranha a forma como os homens gostam de nós - gosta de ti. Ele olha para ti por entre brumas e memórias. Pega no telefone e liga-lhe. A vida é tua, tens de ser tu a vivê-la, não podes deixar que ela passe por ti, tu é que passas por ela. Está bom, este teu bolo. «É um bolo de saudades para esquecer a mágoa». tu... é um bolo de chocolate! O teu 'Fofo de Chocolate'. Delicioso. Melhor do que o teu arroz doce. Noutra vida deves ter sido doceira!... N. nunca deixes de sonhar que um dia, tal como eu, vais encontrar alguém que te ensine a ser feliz, mesmo com todas as pedras que encontrarem no caminho.... não chores... acredita, muda! A vida vai mudar contigo. Não chores... príncipe encantado, N.? Há? « Há. Ouvem-nos com atenção e entram-nos no coração bem devagar, respeitando o silêncio das cicatrizes que só o tempo pode apagar. Não é o que diz 'amo-te', mas sente que talvez nos possa amar para sempre. Não é o que olha todos os dias para nós, mas o que olha por nós todos os dias. Que partilha a vida e vê em cada dia uma forma de se dar aos que lhe são próximos. O príncipe encantado é um príncipe porque governa um reino de afectos imensos, porque sabe dar e partilhar, porque ajuda, apoia e nos faz sentir que somos mesmo muito importantes. N. então não lhe vais telefonar? «Não. Se for mesmo ele o meu príncipe... ele vem sem lhe telefonar. E fica


...





3 comentários:

Nani disse...

Ni* gostei… gostei mesmo antes de ler…
Gostei pelo facto de ligar o momentUS e encontrar algo novo… não deixei de vir aqui…nem podia deixar…

… Bolo de chocolate… Arroz doce… aí essa dieta…

“Incisivo”… molares… caninos… aiai de certeza que foi escrito a uma hora avançada da manhã, não foi?

Agora a sério, não pares de sonhar… e ligando-lhe ou ele vindo sozinho… só espero que sejas uma meNina muito muito feliz…

Abraço de carinho

Catarina

Miguel G Reis disse...

Ola Ni

Muito, muito bonito.
É bom ter-te de volta.

« Há. Ouvem-nos com atenção e entram-nos no coração bem devagar, respeitando o silêncio das cicatrizes que só o tempo pode apagar. Não é o que diz 'amo-te', mas sente que talvez nos possa amar para sempre. Não é o que olha todos os dias para nós, mas o que olha por nós todos os dias. Que partilha a vida e vê em cada dia uma forma de se dar aos que lhe são próximos. O príncipe encantado é um príncipe porque governa um reino de afectos imensos, porque sabe dar e partilhar, porque ajuda, apoia e nos faz sentir que somos mesmo muito importantes. N. então não lhe vais telefonar? «Não. Se for mesmo ele o meu príncipe... ele vem sem lhe telefonar. E fica.»

Tens toda a razão.

Beijinho
Miguel

man disse...

Vês. A vantagem de fazer posts multiusos é esta... Dá para tds se sentirem ' tocados '. Dar-se-á o caso de ter sido daqui que nasceu o velhinho programa quando-o-telefone «não toca» ???