sábado, outubro 02, 2010

5 anos de momentUS...


Gota a gota... emoção a emoção... palavra a palavra...
do nada me (re)erguerei...
*
Comecei, assim, este blogue há 5 anos...
Poderia escrever, hoje, exactamente o mesmo. O percurso, esse, decerto muito diferente. Felizmente!
Porque é de ecos de passos perdidos que a solidão é feita... mas a música que quero na minha vida só rima com sílabas abertas e felizes.
E... permitam-me a ousadia... eu mereço!
*
Abraço de vento a todos os amigos que por aqui, e não só, me mimam com o seu carinho.
*
Ni*
*
*
«Todos os livros, todos os volumes que vês à tua frente, têm alma. A alma de quem os escreveu, a alma daqueles que os leram e viveram e sonharam com eles. De cada vez que um livro muda de mãos, de cada vez que alguém desliza o olhar pelas suas páginas, o seu espírito cresce e torna-se mais forte.»
*
in O Jogo Do Anjo, Carlos Ruiz Zafón
*
*
... assim é também com cada palavra.
Cada palavra tem alma. Cada palavra ganha outra dimensão quando um amigo a lê e lhe acrescenta a sua essência. Obrigada por, como eu, amarem as palavras e as purificarem todos os dias...

7 comentários:

Alcina disse...

Gosto do que por aqui encontro...

Anónimo disse...

Sou eu que estou de parabéns por ter encontrado,( fruto do acaso ?)o teu delicioso Blog, que tantos momentos de prezer me tem dado.
Que as tuas forma de arte te continuem a dartambém muito prazer, porque só assim continiarão a ser tão vividas.
Um beijinho muito particular pelos primeiros cinco anos.
João Miguel

Excelsior disse...

Impossível não sentir uma alegria, próxima da infinita, ao ler-te estas Palavras.

Por tantos motivos...

Por apresentar uma postura que, não deixando de reflectir sobre o passado, nega qualquer melancolia opressiva, daquela que aprisiona. E que impede aquilo que aqui também fazes: um Olhar firme e resoluto para o Futuro...

Obrigado, pelas palavras que partilhas.... Que sejas sempre a Palavra feita Mulher, e que a permitas voar no vento num voo arrojado e para sempre por ti escolhido, e LIVRE... :)

Ni disse...

Obrigada aos três!
Sinto o vosso carinho e isso enternece-me e faz-me feliz!

Ni

:) disse...

Não a conheço pessoalmente, apenas a sua (boa) fama. E ao entrar no(s) seu(s) blog(s) há a estranha, mas não má, sensação de paz...

Quanto ao texto, "há palavras que nos beijam como se tivessem boca" é a frase que me assalta o pensamento. Uma palavra nunca é apenas uma palavra, transcende a comum definição assim que a partilhamos com quem mais gostamos...
E assim como um gesto vale mais do que mil palavras, uma só palavra vale mais do que mil demonstrações.

Aprecio bastante a sua pessoa, pelo menos o que deixa transparecer e peço que não deixe de escrever, é uma maia-valia para quem a encontra :)

Cirse disse...

Doce menina...

Voce é uma pessoa encantadora!É sentimento...poesia!A suavidade de suas palavras ilumina minha alma.

Guardarei para sempre em meu coraçao o carinho de sua luz...refletida em mim!

Abraços Nina!

Cirse.

Henrique Dória disse...

Cinco anos cheios de beleza. Feliz vida para ti a todos os momentus.Beijos