quarta-feira, junho 04, 2008

«TALVEZ NO MAR, EU FEITA ESPUMA ENCONTRE O SAL DO TEU OLHAR...»



Sentir em nós
Sentir em nós
Uma razão
Para não ficarmos sós
E nesse abraço forte
Sentir o mar,
Na nossa voz,
Chorar como quem sonha
Sempre navegar
Nas velas rubras deste amor
Ao longe a barca louca perde o norte.

Ammore mio
Si nun ce stess'o mare e tu
Nun ce stesse manch'io
Ammore mio
L'ammore esiste quanno nuje
Stamme vicino a Dio
Ammore

No teu olhar
Um espelho de água
A vida a navegar
Por entre o sonho e a mágoa
Sem um adeus sequer.
E mansamente,
Talvez no mar,
Eu feita espuma encontre o sal do teu olhar,
Voga ao de leve, meu amor
Ao longe a barca nua a todo o pano.

Ammore mio
Se nun ce stess'o mare e tu
Nun ce stesse manch'io
Ammore mio
L'amore esiste quanno nuje
Stamme vicino a Dio
Ammore
Ammore mio
Si nun ce stess'o mare e tu
Nun ce stesse manch'io
Ammo re mio
L'amore esiste quanno nuje
Stammo vicino a Dio
Ammore


11 comentários:

Excelsior disse...

...

...Eu... desde há muito, gosto imenso de Dulce Pontes... não acompanhando esse gosto, o meu conhecimento do seu trabalho, nem pouco mais ou menos tanto quanto eu gostaria...

...

...E esta música, certamente desconhecia... e... é de uma beleza plena... a todos os níveis... palavras... sons... e a imagem... o conjunto de imagens... é de um "poder"...

...

Noutros dias, dissertaria mais, sobre o que toda a envolvência descrita, me causou....

...

...Mas... existem de facto abraços... cuja força, calor e plenitude invocadas... nos "ancoram" a esta realidade, na concretização, causada, de... Casa... numa tão total partilha... e cuja memória... nos acompanha e nos faz sorrir.

Com esperança.

...

...Agora, serei eu a dizer: obrigado pela partilha... Numa altura em que o que me espera... está longe de ser suave, ou fácil... o bem que esta tua oferenda fez... ajudará muito.

...

:)

Ni disse...

EXCELSIOR:

No teu comentário... transparece um saber que me fez sorrir, embora já não o estranhe...

Este vídeo está próximo do que considero 'perfeição', de acordo com padrões... que são os meus, evidentemente... mas, para quem me conhece um pouco, sabe como sou exigente. Muito exigente. (Em particular comigo... pois só assim fará sentido sê-lo face ao que me é exterior...).

Disseste quase tudo... vozes, sons, cores, água, azul... letra (é-me familiar este modo de escrever...)... e a alma que a Dulce coloca quando solta a voz... numa espiral, onde associa fado, lamento do deserto que anseia a água.... e, ao mesmo tempo, certeza do caminho. Funde tempos, mundos...

É um momento especial... e por isso o partilhei aqui... hoje, bem cedo.

Beleza pura, fonte de energia.... força. Canção com muito 'poder', como tão bem reconheceste...

(E lá vou eu para uma reunião.... sorriso. Levo esta canção comigo...)

(Reparaste nos bailarinos... com certeza... e quando um eleva os braços e na Luz que o rodeia.... que beleza!)

Obrigada pela tua reflexão.
Bom trabalho.

Beijinho

Ni*

Excelsior disse...

... :)

(...E nos padrões formados pelos corpos e véus, nas simetrias geradas, fluídas, sob o "escorrer" de filmes de água, dando tons translúcidos a uma imagem que, quase "paradoxalmente", assim se torna mais nítida... E nos jogos de Luz... E na sobreposição, incorporação quase, a espaços, do Masculino e do Feminino, em rostos, em vozes e em corpos...Etc... Etc... Etc...)

*sorriso*

...Dulce Pontes consegue, de facto... numa Espiral de Síntese, fundir géneros, sentires, emoções, Mensagens. Mas sendo o "eixo" dessa Espiral, o Fado, som tão emblemático de muito que é "encarnado" por Portugal.

(...Para mim, pouco se compara à versão de Dulce Pontes, da Canção do Mar, ou a uma certa música, que tive o privilégio de a ouvir cantar a passos de mim, em 2003, na inauguração de um determinado espaço desportivo... e em mim gerou arrepios...)

...

(...Realmente... o excerto que usaste como título, deste post... podia perfeitamente ser uma imagem, uma figura de estilo, port ti criada...)

:)

...E de facto... há sorrisos com sabor a oásis, em determinadas travessias de desertos, a que somos sujeitos...

...

Obrigado pelos votos... Igualmente, desejo de boa reunião, e de tudo, mas tudo de bom.

Beijinho... e Abraço de Vento Estelar, Doce Ser...

*sorriso*

Catarina Alves disse...

Estas são duas vozes... juntas fazem este momento sublime, forte... De parar tudo e ficar apenas com a música,a(s) voze(s) a dança...

Adorei, perfeito como sempre.
Como a escrita que acompanha estás 'páginas'... Sim, perfeita sr.exigente. Pois é, eu também sou persistente.

...

Beijinho grande...

navegadora disse...

Olá, é a primeira vez que deixo um comentário apesar de vir aqui espreitar muitas vezes e em algumas delas "levar" para o meu cantinho as suas ideias e alguns dos seus textos. A sua forma de escrever inspira e deixa-nos com a certeza que percorremos o caminho acompanhados por seres de luz que vivem as mesmas sensações, que são tocados pelos mesmos pensamentos e que não estamos sozinhos. Obrigada por dar a conhecer esta maravilhosa obra de arte, já a coloquei no "meu blog" pois penso que a beleza quanto mais divulgada e mais partilhada for, mais almas tocará:)

Ni disse...

NAVEGADORA...

Agradeço-te o teu navegar por este meu espaço que não consta das cartas de marear...
...

Muito obrigada pelas tuas palavras.... demonstram uma sabedoria que me emociona, como acontece sempre que cruzo no caminho alguém que traz nas linhas das mãos traços ancestrais desse saber:

«pois penso que a beleza quanto mais divulgada e mais partilhada for, mais almas tocará:)»

Sim... é assim que deve ser!

Abraço de Luz.

Ni*

Ni disse...

CATARINA ALVES:

É bom ser persistente.... até ao momento em que a persistência toma designações que se opõem ao primeiro desígnio. E da persistência... corre-se o risco de passar para insistência/coacção/agressão implícita/imposição... etc... etc...

(Falei em latus sensus... mas é uma máxima em que se deve pensar...)

TUDO TEM UM PROPÓSITO E UM TEMPO.
NADA É AO ACASO. NADA FICARÁ POR CUMPRIR.

Ni disse...

EXCELSIOR:

Excelente interpretação do vídeo no seu TODO.

LUZ!

Zé Carlos disse...

Um grande beijo, minha amiga inesquecível.....
Zé Carlos

Rui @t Blog disse...

Divinal...
Duas vozes que cantam com o coração e nos fazem acompanhar com a alma quando os ouvimos.

Simplesmente BELO.

OUTONO disse...

É o chamado canto e encanto...