domingo, setembro 03, 2006

MODUS VIVENDI


Rir...

Saber ver o lado bom da vida. Encontrar a parte positiva de tudo/todos. Dançar a dança do ventre existencial. Usar o sentido de humor como especiaria que condimenta todos os contratempos vitais.
...

Sem risos, o Universo inteiro ficaria silencioso à espera do bater da primeira pulsação...

...

(...)

E o sorriso com que me enlaças,
dentro do meu corpo pousa como uma ave...
Sorve do meu passado o momento presente adivinhado...
E abre portas, gavetas, rios, fontes e afectos.
Alimenta-me com doces pérolas de uva branca,
E estradas desenhadas nas asas dos pássaros que virão.
...
Só tu me preenches de sorrisos assim...
Só tu, espelho de mim.
(...)
Sorriso e o meu abraço de vento...
Ni*

16 comentários:

Ant disse...

As tuas palavras são bálsamo em momento de ruptura com o convencional e com o fácil.
Obrigado.
Aqui o fast não tem lugar. É a brisa calma que refresca e perdura.
Beijos

Louco disse...

Gostaria de agradecer por deixares ler o que escreveres assim tão belo, mas seria banal e para tão altiva escrita terei de tirar da cabeça minhas plumas e te fazer uma vénia,
e te dizer em Basco: eskerrik asko.
Agur
abraço até um dia.

GNM disse...

Grato pela partilha...

Unicus disse...

Nem sempre é fácil vermos o lado bom das coisas, não te parece? De qualquer forma fica uma mensagem de esperança. Beijo

Nani disse...

Nina

MODUS VIVENDI, duma rua de Santiago onde encontramos a cada passo uma vieira, onde podemos saborear bocadinhos de tarte ou deliciosos caprichos... ouvir o som nato das ruas e o som das pessoas que aí tocam instrumentos à espera de duma ajuda.

Tenho pena de não nos termos encontrado em Santiago, se eu chegasse um dia mais tarde isso seria possível... Gostaria de lhe ter mostrado essa cidade de pedra mágica.

Espero que tenha gostado e aproveitado ao máximo... espero que tenha percorrido todas as ruas e ruazinhas...


Um abraço enorme com muito amor
e cheio de saudade...

Nani

Pierrot disse...

Que texto, que foto, que música...
Aqui fica um inédito meu sobre o Sorriso. Espero que gostes:
Um sorriso

Diz-se que um sorriso não nos custa nada, nunca nem para sempre, mas dura uma eternidade, no futuro e nas memórias.
Porque será?
Sorri, porque mais não fazes do que abrir as portas da tua alma, de mostrar um gesto simples, espelho do teu rosto, e ao mesmo tempo tão complexo, quadro do teu espirito.
Já pensaste porque somos o único ser vivo que sorri?
Porque será?
Um sorriso mais não é do que um gesto simples, carregado de mil palavras, saturado de tantos sentimentos que vão da alegria à tristeza, da paz absoluta de espirito ao estado de maior caos nervoso.
Já reparaste porque guardas sempre o sorriso daquele que há muito não vês?
Porque será?
Não guardas a tristeza, o rancor ou o franzir do sobrolho mas recordas o sorriso solto a preto e branco, perdido nas brumas da tua saudade. O sorriso leva-te até á recordação do melhor que tens em ti, daquele que deixou em ti marcas indeléveis dos teus melhores momentos.
Mas o sorriso também traz o augúrio de um futuro pleno de esperanças.
Já reparaste porque dás tanta importância ao sorriso dos outros?
Porque será?
Porque um sorriso também te traz o futuro, também te diz muito sobre o que te espera. É um sinal, uma marca que te permite vislumbrar a Adeus, o até Breve ou o Olá. Um sorriso nunca é uma despedida mas um até sempre, nunca é um caminho que se perde mas antes uma luz que se descobre.
O sorriso permite-te iniciar uma história, é um despertar, é um encontro prometido para o final do dia, é a primeira estrela que desperta no ocaso do sol.
Podemos abraçar, acariciar, beijar até, apenas com um sorriso, bastando para isso liga-lo aos olhos, perfurar o sentimento que muitas vezes se esconde na íris entorpecida pela timidez.
Já reparaste que um sorriso demove montanhas?
Porque será?
É impossível discutir contra um sorriso.
Um sorriso sincero de arrependimento desarma tropas de rancor.
Um sorriso apaixonado destroi barreiras e indefinições.
Um sorriso amigo cativa a raposa mais renitente e desconfiada.
Um sorriso tranquilo anestesia todas as dores da incompreensão.
Um sorriso solto guia por entre mil caminhos de esperança.
Um sorriso terno é capaz de adormecer nos seus braços os espíritos mais conturbados.
Diz-se que só somos absolutamente felizes quando o somos para nós.
Porque será?
Ser feliz para nós é sê-lo com o próximo, pois a felicidade edifica-se em conjunto. O sorriso é o primeiro passo e o passo derradeiro ao mesmo tempo pois está sempre tão presente na felicidade como o ar que respiramos.
Sorri, porque sorrir é ser feliz mas mesmo que o não sejas sorri na mesma pois podes sempre sofrer a sorrir.

Eugénio Rodrigues
(25.05.2005)

Amaral disse...

Encontrar e saborear o lado positivo das pessoas e das coisas...
Sabe bem o teu sorriso, reflexo de ti, fonte do que tens de mais teu!...

Princesa disse...

Ni?
Tudo me parece perfeito por aqui.
És lindíssima e o blog está a condizer!

Parabens,
Princesa

Canephora disse...

Pois é...
rir, sorrir, respirar a vida com alegria...

Joana disse...

Ni...

Amiga/irmã/sorriso,

a saudade de te sentir, eu que andei perdida por outras paragens.
Quando te li sorri, porque eu ando sempre a rir (dizem-me), rir até de mim própria, rir mesmo quando o sal da alma nos atravessa o rosto...!

E o riso das crianças? Que é irresistivel e adocicado? Aquele espontaneo e inocente, provocador e delicado, aquele que nos faz querer ir mais além, nem que seja através daquele abraço!

SAntiago...a saudade e o riso em forma pura - só tu mana/amiga para me dares esse prémio......... :) *****

Beijinho grande e aquele abraço...
Um doce para os teus Micas, daqueles que não fazem mal aos dentes e alimentam a alma! :)))*

Sutra disse...

Sorri e enrola o teu corpo nesse riso que eleva o corpo e o espalha em partículas que contagiam quem as recebe.
O riso contagia. Se todos os dias pensarmos em sorrir, pelo menos uma vez por dia sem razão aparente, a um qualquer desconhecido ou desconhecida, esse sorriso poderá transformar-se em mil sorrisos... passando de pessoa em pessoa.
Mesmo quando as coisas não correm bem na vida, devemos ter esperança que haverá sempre uma saída, e se encararmos com positivismo, acreditando em nós mesmos e na mudança, em vez de nos lamentarmos, com certeza que a vida nos sorrirá ela também.

Um beijo doce e um abraço terno, Nina

Poemas e Cotidiano disse...

Querida Nininha:
Um dia desses vi um comentario seu na Casa do Ze, e senti uma saudade de voce.
Hoje vim aqui e li essa linda poesia, que somente voce sabe escrever desse jeito tao suave, e que traz essa introspeccao de dentro de voce, para fora, de um modo suave, tao suave e terno.
Um beijo com carinho
Mary

Kanukah disse...

Setora storinhaaaa... sabe uma coisa afinal eu e anitah n tivemos k mudar para o 11ºB =D deu para o rudy ir po 11º C ehehehehe "vai levar" connosco!!! =P Espero que fique tão feliz como nós estamos =D...

BEIJINHO DO TAMANHO DO MUNDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

=D=D...

Fernando Bravo disse...

"Creio que foi o sorriso, o sorriso foi quem abriu a porta. Era um sorriso com muita luz lá dentro, apetecia entrar nele, tirar a roupa, ficar nu dentro daquele sorriso. Correr, navegar, morrer naquele sorriso."
Não, não fui eu que escrevi (suspiro...). Foi o Eugénio de Andrade, mesmo.
Bj

alikimista disse...

Conjugação perfeita...
Texto, foto e música em sicronicidade potenciam leituras diversas e abrem-nos novos horizontes. A escolha é nossa...

Zé Carlos disse...

...querida Ni*, venho deixar-te um abraço e um beijo enorme aqui deste lado do mundo.... ZC**